Itabuna - Bahia - Brasil, . Seja Bem-vindo!
COLÉGIO SISTEMA MODERNO
ANUNCIE AQUI
www.itabuna-ba.com.br
Caixa PretaShopping JequitibáConheça o portal brasileiro dos Beatles!Itabuna - A terra onde nasceu Jorge Amado e o site Lennon Brasil.ECOBAHIA - O seu município na rede!Orelha de Pau
Digicel
Miner
Busca Especial:

Página Inicial

Coloque o site ITABUNA-BA como sua página inicial

Horóscopo
Não saia de casa antes de saber o que há para o seu signo!

O Tempo
Previsões para Itabuna pelo ClimaTempo.com.br

Tradutor
Navegue por páginas estrangeiras com o BabelFish Translate do Altavista.

Especial
Qual o disco da sua vida?

GACC Itabuna
Grupo de Apoio à Criança com Câncer. Um pequeno gesto pode significar muito!


Uesc e Fundação Henrique Alves vão reabrir o Museu Casa Verde

um dos mais ricos acervos regionais e que guarda a memória da cultura cacaueira do Sul da Bahia da primeira metade do século XX. Através de convênio o museu será reaberto a visitação pública.

As duas instituições pretendem reabrir o Museu Casa Verde, que reúne mais de duas mil peças pertencentes à família do comerciante cacauicultor, político e "coronel" Henrique Alves dos Reis, um dos fundadores do município de Itabuna.

Dentre os objetos mais preciosos da coleção destacam-se os aparelhos de jantar e café limogés (franceses), cristais Bacarat (Bohemia, sul da Alemanha), moveis à moda Luís XV, fardas, espadas e moedas de prata, exemplares do jornal "O Intransigente", além de vestidos, chapéus e leques de Dona Cordolina Loup Reis, esposa do "coronel".

A assinatura do convênio que viabilizará a reabertura do museu aconteceu na Sexta-feira passada, às 20 horas, no Jequitibá Plaza Shopping, quando da inauguração da exposição "Imagem e Memória – A Praça Olinto Leone", composta por 30 fotografias da praça, desde 1908 até hoje.

Localizado à rua Miguel Calmon, 123, centro de Itabuna, o museu Casa Verde, depois será administrado pela Universidade Estadual de Santa Cruz, mais especificamente pelo Centro de Documentação da Uesc.

O Cedoc, através do seu programa de preservação da memória do Sul da Bahia, tem contribuído com o resgate e a manutenção de documentos tanto em nível municipal quanto estadual, além de produzir conhecimento e ser pioneiro no desenvolvimento da metodologia de organização de arquivos da região. No setor museus, o Centro já mostrou competência e sucesso na administração do Museu do Descobrimento, na Cidade Histórica, em Porto Seguro.

Na opinião da diretora do Cedoc, professora Janete Macedo, "O convênio com a Fundação é uma rara oportunidade que temos para preservar a história de uma época áurea do cacau, bem como de levar ao conhecimento das novas gerações o exemplo e a determinação do 'coronel' Henrique Alves dos Reis, cuja memória foi preservada por sua filha, Elvira dos Reis Moreira, "Dona Senhorazinha", ao inaugurar o Museu Casa Verde, em 19 de maio de 1974.

Fechamento foi sinal da crise
Cacaueira que a lavoura passou a enfrentar a partir do final da década de 80 com o aparecimento da vassoura-de-bruxa, doença que dizimou propriedades, reduziu os índices de produção e produtividade e lançou o proprietário em dificuldades financeiras.

A Fundação Henrique Alves dos Reis não teve como suportar as agruras e encerrou, temporariamente, a visitação pública do acervo do Museu Casa Verde, em 1995.

A fundação é a instituição mantenedora do museu e tem como diretora vitalícia dona Romilda Nobre, filha de dona "Senhorazinha". Para a dirigente, o convênio com a Universidade Estadual de Santa Cruz é satisfatório por permitir que o público regional possa conhecer o rico acervo de um dos homens mais importantes da história de Itabuna, já que foi prefeito e delegado de polícia. "Em toda as principais lutas, lá estava participando ativamente", disse.

A Uesc vai oferecer pessoa treinada e qualificada e assumirá todos os encargos com a manutenção do Museu Casa Verde, fundado em 19 de maio de 1974 – dia do aniversário de dona "Senhorazinha" -, com o objetivo de perpetuar a memória do seu pai, o coronel Henrique Alves dos Reis, e engrandecer a cultura de Itabuna e região.

À memória do genitor dedicou o livro "Passado o tempo", onde relata as lutas e aventuras do coronel e de sua mulher dona Cordolina Loup dos Reis.

Fonte: Jornal A Região


Celular quase de graça!
RAKU'S
Intellisys
CONHEÇA A BAHIA !

Lista
Itabuna

Faça parte da nossa turma! Cadastre-se na Lista Itabuna preenchendo o campo abaixo e seja bem-vindo!
Uma lista para a Uesc
Uma lista só sobre a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Inscreva-se preenchendo o campo abaixo com o seu e-mail e nome. Automaticamente você passará a receber mensagens da LISTA UESC, e poderá enviar também. Seja bem-vindo ! Para entrar na lista preencha com seu E-mail:


[Home] [História] [Economia] [Curiosidades] [Localização] [Fotos] [Personalidades] [Lugares] [Fórum Itabuna] [Lista Itabuna] [Webradio] [Anuncie Aqui] [Créditos] [] [Produzido pela CAIXA PRETA]