Itabuna - Bahia - Brasil, . Seja Bem-vindo!
Clique e confira!!!
www.itabuna-ba.com.br

Caixa Preta Itabuna - A terra onde nasceu Jorge Amado e o site Lennon Brasil.
Página Inicial

Coloque o site ITABUNA-BA como sua página inicial

Horóscopo
Não saia de casa antes de saber o que há para o seu signo!

O Tempo
Previsões para Itabuna pelo ClimaTempo.com.br

Tradutor
Navegue por páginas estrangeiras com o BabelFish Translate do Altavista.

Especial
Qual o disco da sua vida?

GACC Itabuna
Grupo de Apoio à Criança com Câncer. Um pequeno gesto pode significar muito!
<<< Volta
A História de Itabuna

As brigas entre Itabuna e Ilhéus

      Mesmo aqueles que não apreciam muito o futebol sabem que, nesse terreno, Itabuna e Ilhéus nunca foram de muitas amizades. Volta e meia, explode um conflito entre as duas torcidas, alimentadas às rivalidades pelas ocasionais derrotas ou vitórias de cada um dos competidores. Seria interessante saber quando começou essa rivalidade. Em nossas pesquisas, recuando no tempo, chegamos ao remoto ano de 1912. Naquela época quando foi aberto o tráfego pela estrada de ferro, foi que, ao que tudo indica, começou a briga entre as duas cidades, uma briga de 56 anos - e que não raro nada tem de esportiva.

      Foi a 1o. de maio de 1912. A "Lira Popular" realizou um passeio a Ilhéus, culminando com um jogo entre o combinado Brasil-Guarani e uma equipe da cidade praiana. Um trem especial conduzindo torcedores, deixou esta cidade, rumo a Ilhéus. A princípio, tudo andou bem. Mais eis que chegou a hora do jogo e aconteceu a primeira coisa "fora do programa": Itabuna venceu. Os ilheenses ainda toleraram o revés. Chegou, porém, o momento da competição musical, entre a "Lira" de Itabuna e a "Filarmônica"de lá. E quando o combate musical terminou, com nova vitória grapiúna, todo mundo sentiu que a tempestade estava no ar.

      Na hora do embarque, a coisa começou. A princípio, pedradas, logo seguidas por nomes feios e etc. Mesmo assim, o trem partiu,para voltar logo depois. Moleques pendurados no carro de lenha, descarregaram toda a madeira que serviria de combustível. Com a volta do trem para se reabastecer, os itabunenses "apelaram" e foi uma verdadeira batalha na estação. O trem foi semi-destruído. Somente algumas horas depois, quando já se temia pelo pior, apareceu alguém da direção da estrada providenciando outro trem e mandando a caravana grapiúna de volta a Itabuna.

      A primeira experiência não prometia nada de bom e o intercambio entre as duas cidades esteve suspenso cêrca de 17 anos. Finalmente em 1929, graças ao trabalho de Elísio Oliveira, por Itabuna, e Mário Tourinho, por Ilhéus, foi tentada a reconciliação, através de um torneio de futebol. A idéia era boa, mas o primeiro jogo, em Ilhéus, terminou com a derrtota de Itabuna, por 4 X 0.

      E o caldo foi derramado outra vez, distanciando ainda mais os torcedores das duas cidades. Afinal, em 1933, foi a vez de Itabuna. O atlético, desta cidade, em combinação com Euterpe Itabunense, trouxe um time de Ilhéus, que se fêz acompanhar de um conjunto musical. Depois do jogo - que Itabuna venceu - os ilheenses cuidaram da volta.

      Como já se sabia qual era o rítmo, trataram de proteger suas respectivas peles. Assim, o trem deixou a estação com todas as janelas fechadas, em silêncio para evitar as pedradas. Curiosamente porém nenhuma pedra atingiu qualquer vagão de composição. Dentro dos carros, os ilheenses nem sequer tiveram tempo de estranhar aquela novidade. Estavam sufocados, e não era para menos... É que, duarante o jogo, quando ninguém vigiava os vagões, torcedore de Itabuna espalharam ampolas de um líquido de insuportável e sufocante mal cheiro. Algo assim como amoníaco ou sulforêto.

      O certo é que, quando o trem atingiu a Caixa D'Água, já o ilheenses não suportavam mais aquele suplício. A maioria estava com os olhos vermelhos chorando sem querer . Outros vomitavam. Alguns até desmaiaram. Só as janelas abertas é que fizeram diminuir um pouco a terrível fedentina. Mas em Ilhéus quase ninguém pode aproveitar a roupa que vestia, impregnadas que estavam as mesmas com o odor de sulfurêto.

      Outros episódios semelhantes aconteceram, ao longo dos anos. Mas Ilhéus guardou o recalque daquele dia, pois jamais conseguiu pregar nos iltabunenses uma peça igual.




Celular quase de graça!
RAKU'S
Intellisys
CONHEÇA A BAHIA !

Lista
Itabuna

Faça parte da nossa turma! Cadastre-se na Lista Itabuna preenchendo o campo abaixo e seja bem-vindo!
Uma lista para a Uesc
Uma lista só sobre a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Inscreva-se preenchendo o campo abaixo com o seu e-mail e nome. Automaticamente você passará a receber mensagens da LISTA UESC, e poderá enviar também. Seja bem-vindo ! Para entrar na lista preencha com seu E-mail:


[Home] [História] [Economia] [Curiosidades] [Localização] [Fotos] [Personalidades] [Lugares] [Fórum Itabuna] [Lista Itabuna] [Webradio] [Anuncie Aqui] [Créditos] [] [Produzido pela CAIXA PRETA]