Itabuna - Bahia - Brasil, . Seja Bem-vindo!
Clique e confira!!!
www.itabuna-ba.com.br

Caixa Preta Itabuna - A terra onde nasceu Jorge Amado e o site Lennon Brasil.
Página Inicial

Coloque o site ITABUNA-BA como sua página inicial

Horóscopo
Não saia de casa antes de saber o que há para o seu signo!

O Tempo
Previsões para Itabuna pelo ClimaTempo.com.br

Tradutor
Navegue por páginas estrangeiras com o BabelFish Translate do Altavista.

Especial
Qual o disco da sua vida?

GACC Itabuna
Grupo de Apoio à Criança com Câncer. Um pequeno gesto pode significar muito!
<<< Volta
Personalidades

GENNY XAVIER
Escritora
GENNY XAVIER

      Genny Xavier nasceu no sertão da Bahia e veio para Itabuna com apenas 1 ano de idade. Fez da região sul da Bahia a sua terra adotiva. Começou a escrever versos aos 13 anos, com um traço humanístico e social que indicava a precocidade da sua idade. Ainda neste tempo, começou a publicar seus poemas em jornais locais e em cadernos literários. Conquistou espaço e público leitor, que via nos seus versos tristes e fortes uma linha universalista e um lirismo intimista. Obteve muito êxito participando de concursos e jornadas literárias regionais. Fez sua primeira publicação individual em 1981, com um livreto intitulado "Poemas" . Em 1986, publicou "Caso de um poeta grapiúna que até hoje ninguém sabe o nome", texto poético-teatral em linguagem de cordel. Participou também de várias antologias de poemas e contos, promovidas por órgãos culturais regionais. Durante a década de 90, participou de alguns concursos nacionais em vários estados do Brasil, obtendo classificações significativas e menções honrosas, como o "Prêmio Nacional de Contos Aníbal Machado", em Minas Gerais, onde classificou-se com o 2º lugar, em 1993. Participou também de antologia de contos publicada na cidade de Piracicaba/ SP, como resultado de concurso promovido pela Secretaria de Cultura daquele município, onde recebeu Menção Honrosa, em 1997.

      Atualmente, trabalha na criação do seu primeiro romance, com o título "Alma de Papel" e tem inéditos um livro de poesia, um de contos e um de literatura infantil. Trabalha como professora de Literatura e Arte-Educação e coordena o Projeto Memória Cultural do Município de Itabuna, da Prefeitura Municipal.

CLARA PALAVRA QUE EM NOITE FOGE
A máquina digita o grito
que sai da boca do poeta
e lembra-lhe todas as dores
que pairam no mundo.
O poeta aspira a dor que vem de fora
como a engolir um monstro...
Neste instante,
torna-lhe disforme o corpo
e as mãos tremem
para esboçar a metamorfose.
O poeta tem agora a cara do espanto,
o corpo da fome
e a alma de bandido...
E, quanto mais se adentra na poesia,
mais lhe escapa a imagem
da suave manhã...
E o poeta, em seu delírio,
vagueia pelo deserto rachado,
toma veneno e luta com feras,
abatendo a golpes de espada
verdes dragões
- estes têm as patas de ferro
e soltam insultos pelas ventas -
mas, ainda assim,
o poeta surrealiza uma canção
e presenteia os homens de toda a terra.




Celular quase de graça!
RAKU'S
Intellisys
CONHEÇA A BAHIA !

Lista
Itabuna

Faça parte da nossa turma! Cadastre-se na Lista Itabuna preenchendo o campo abaixo e seja bem-vindo!
Uma lista para a Uesc
Uma lista só sobre a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc). Inscreva-se preenchendo o campo abaixo com o seu e-mail e nome. Automaticamente você passará a receber mensagens da LISTA UESC, e poderá enviar também. Seja bem-vindo ! Para entrar na lista preencha com seu E-mail:


[Home] [História] [Economia] [Curiosidades] [Localização] [Fotos] [Personalidades] [Lugares] [Fórum Itabuna] [Lista Itabuna] [Webradio] [Anuncie Aqui] [Créditos] [] [Produzido pela CAIXA PRETA]